Insights

Que a Black Friday é umas das maiores sazonalidades do ano pro varejo digital vocês já sabem, mas como é possível se destacar em meio à imensidão do e-commerce, ainda mais no contexto atual? Como metrificar o sucesso?

Pra começar, é necessário entender as peculiaridades da Black Friday em 2022. Estamos vivenciando um cenário que une a digitalização acelerada pela pandemia nos últimos anos à, em contraponto, uma retração no poder de consumo da população brasileira por conta da economia. Além disso, neste ano, a Black coincidiu com o campeonato mundial de futebol pela primeira vez na história. Neste contexto, pode ser difícil, principalmente para o pequeno e microempreendedor, saber o que esperar da data, mas alguns estudos já nos ajudam nesta tarefa.

Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Ipsos, encomendada pelo Google, a intenção de compra na Black Friday é de 71%, o que representa um crescimento de 29% em relação a 2021.  Além do crescimento geral, existe uma maior variedade de público e de categorias consumidas – o mesmo estudo aponta que a quantidade média de categorias que os consumidores pretendem comprar aumentou de 4,2 pra 5.

Portanto, há oportunidade e ainda mais espaço para negócios que antes não tinham tanta relevância na Black, mas a diferença entre quem vai se destacar na sazonalidade e quem vai ficar pra trás está em conseguir chamar a atenção do consumidor em meio a este mundo de informações que é a internet. Para isso, deve haver investimento e maestria na condução das estratégias de retail media, sempre com um olhar voltado a dados, que são seus melhores aliados quando se trata de publicidade no varejo.

Em um primeiro momento, é necessário definir objetivos pras suas campanhas de advertising. Qual sua principal meta? Se você quer maximizar a quantidade de vendas, é importante acompanhar a taxa de conversão, que vai informar quantos dos cliques em seus anúncios estão virando vendas de fato. Agora, se o objetivo principal for rentabilidade, o ROI é o principal indicador de acompanhamento, pois ele retrata a relação entre custo e receita vindos da publicidade. Não obstante, o propósito da campanha pode ser visibilidade máxima dos seus produtos/anúncios e, portanto, acompanhar o número de impressões e cliques e a relação entre eles, o CTR, é essencial. Pra cada objetivo e pra cada caso, existe um lance de CPC ideal, e a maioria das plataformas de retail oferecem essa inteligência pros seus clientes.

Também é importante salientar que existem contextos diferentes pra cada categoria e pra cada seller, a depender da jornada de consumo daquele item, do ticket médio do produto, entre outros fatores. Por exemplo, itens com um ticket médio maior (como itens de linha branca), que participam de uma jornada de compra mais planejada, precisam antecipar seus esforços de publicidade pra que haja vantagem frente à concorrência. Já produtos que atraem uma compra mais por impulso, como CPG, devem abusar das promoções o tanto quanto possível e apostar na publicidade principalmente nos momentos de maior tráfego da sazonalidade – na própria semana da Black. 

No mais, com a definição de objetivo das campanhas patrocinadas e acompanhamento dos principais KPIs, é sempre bom ter em mente que as características comerciais do seu produto impactam diretamente no resultado da mídia paga. Ter um preço competitivo, condições de entrega justas, itens com informações completas e boa reputação no marketplace é o ponto de partida pra qualquer estratégia de retail media. 

Então, sabemos que a Black Friday está cada dia mais perto e que existe espaço pra todo mundo no mercado. Agora é correr contra o tempo pra sair na frente da concorrência e fazer desta data um momento histórico para seu negócio. Vamos somar juntos?

 

gostou do conteúdo?

Agora que você já conhece todas as vantagens de anunciar com o americanas advertising, é só preencher o formulário e aguardar o contato de um de nossos especialistas.

materiais gratuitos

Tags

assine nossa newsletter para receber conteúdo exclusivo